HISTÓRIA DA PORTA DO SOL

    O Centro de Estudos Xamânicos de Expansão da Consciência Porta do Sol é uma organização religiosa, cultural, filantrópica e sem fins lucrativos. Mantemos os princípios da legalidade, da impessoalidade, da moralidade, da liberdade religiosa, da liberdade de expressão, o respeito à vida e à dignidade do ser humano.
    Assumimos como compromisso utilizar o chá Ayahuasca exclusivamente dentro de uma reunião espiritual, nos opondo ao seu uso indiscriminado e à mistura de qualquer substância diversa no seu preparo, que não sejam o cipó (Banisteriopsis Caapi) e o arbusto chacrona (Psychotria Viridis), aliados à linha difundida pelo Mestre Raimundo Irineu Serra.
    Atuamos de modo responsável na forma organizacional prevista em Estatuto e segundo a legislação vigente, uma vez que o uso religioso da Ayahuasca é reconhecido e protegido pelo Estado Brasileiro através da Resolução n. 01, publicada no Diário Oficial da União de 25 de janeiro de 2010, do Conselho Nacional de Políticas sobre Drogas – CONAD, órgão normativo do Sistema Nacional de Políticas Públicas sobre Drogas – SISNAD
    A participação nos encontros espirituais da Porta do Sol deve ser motivada pela livre e espontânea vontade do(a) participante, ciente do uso da Ayahuasca como sacramento e elemento enteógeno. O que implica respeito às normas de conduta moral e ética, lembrando que se trata de ato de fé e não de procedimento terapêutico.
    Salientamos que na Porta do Sol não fazemos uso de álcool, nem drogas ou qualquer substância ilícita. Após o trabalho é servido alimentação completa e saudável.

     

    ANA VITÓRIA VIEIRA MONTEIRO FUNDADORA DA PORTA DO SOL

    Download Free FREE High-quality Joomla! Designs • Premium Joomla 3 Templates BIGtheme.net